Terapia por alto fluxo de oxigênio: suporte respiratório não invasivo - Profissional coloca a cânula HI-Flow Star para administrar a oxigenoterapia de alto fluxo

Terapia por alto fluxo de oxigênio: suporte respiratório não invasivo

Pergunte a um especialista

Em resumo:

A oxigenoterapia de alto fluxo é um suporte respiratório não invasivo que fornece ao paciente ar aquecido, umidificado e enriquecido com oxigênio. É tipicamente utilizada em pacientes que respiram espontaneamente e precisam de oxigênio em taxas de fluxo mais elevadas. A oxigenoterapia de alto fluxo pode oferecer suporte respiratório para pacientes com insuficiência respiratória hipoxêmica aguda e também prevenir uma subsequente intubação. Ela leva a melhorias em oxigenação1, frequência respiratória2, dispneia3 e conforto do paciente4, além de contribuir para uma recuperação mais rápida após a extubação1,2. Isso se traduz em melhores resultados e permanências mais curtas na UTI4. Este tipo de oxigenoterapia também é econômico, pois não requer, necessariamente, um ventilador, e pode ser utilizado em diversas áreas do hospital.

Tratamento com oxigenoterapia de alto fluxo

Veja como a oxigenoterapia de alto fluxo pode ser utilizada de forma eficaz para evitar tanto terapias invasivas quanto não invasivas em pacientes com a função respiratória comprometida.

Cânula nasal HI-Flow Star sendo colocado

Oxigenoterapia de alto fluxo

A oxigenoterapia de alto fluxo é aplicada com uma cânula nasal de alto fluxo (CNAF) especial bi-nasal e um circuito inspiratório aquecido. Ela é utilizada para a aplicação de ar misto aquecido e umidificado e oxigênio a altas taxas de fluxo, tipicamente configuradas entre 30 e 50 l/min. Este alto fluxo pode fornecer concentrações de oxigênio inspiratório mais constantes do que a oxigenoterapia convencional e também gerar alguma pressão positiva expiratória final. Sistemas com CNAF também são utilizados para lavar o CO2 expirado do espaço morto inspiratório nas vias aéreas com gás enriquecido com oxigênio5. A oxigenoterapia de alto fluxo pode ser utilizada eficazmente para tratar pacientes com insuficiência respiratória hipoxêmica leve a moderada. A cânula de alto fluxo se mostrou eficaz e consistentemente melhor tolerada como medida de prevenção contra insuficiência respiratória pós-extubação do que a VNI6.

A oxigenoterapia convencional é a administração de oxigênio com uma concentração maior do que a encontrada no ar ambiente, para tratar ou prevenir os sintomas e manifestações da hipóxia. Ela utiliza cânula nasal ou máscara e tem fluxo efetivo máximo de aproximadamente 10 litros por minuto. A esta taxa, nenhum aumento significativo da pressão expiratória pode ser obtido. Para prevenir ressecamento de mucosas, pode ser recomendado a umidificação do fluxo gasoso.

Paciente é ventilado com a máscara VNI NovaStar

A ventilação não invasiva envolve o uso de uma interface facial bem ajustada. As taxas de fluxo gasoso não são tão altas quanto na oxigenoterapia de alto fluxo. A pressão é mantida através da vedação entre a face e a interface, que cobre apenas o nariz ou o nariz e a boca. O ajuste levemente apertado da máscara pode causar desconforto e/ou ansiedade em alguns pacientes, e existe um risco aumentado de aspiração. Esta terapia requer um ventilador com software para VNI ou um equipamento portátil com a mesma proposta.

Paciente recebe oxigenoterapia de alto fluxo com a HI-Flow Star

A oxigenoterapia de alto fluxo utiliza uma cânula nasal que é mais confortável para o paciente e pode ser usada de forma contínua por longos períodos de tempo. O fluxo de gás é umidificado e aquecido de forma controlada. Isso previne o ressecamento das mucosas e as desvantagens associadas. Esta terapia requer apenas fonte de gás e um sistema de aquecimento/umidificação.

Estudo de caso do ventilador Dräger Evita

Estudo de caso: como tornar ainda mais proveitoso o uso dos ventiladores Dräger Evita®

Em 2014, o Glenfield Hospital, parte do University Hospitals Leicester, passou a usar o Dräger Evita de maneira diferente. Veja como isso possibilitou melhorias de custo-benefício, conforto dos pacientes e facilidade de uso para os profissionais, contribuindo para uma trajetória de cuidados descomplicada.

Baixar relatório

“Como na maioria das unidades de terapia intensiva, estamos sempre interessados em fazer o desmame dos nossos pacientes o mais rápido possível. Desenvolvemos uma política de desmamar da ventilação invasiva para não invasiva, e depois para a oxigenoterapia de alto fluxo para alguns pacientes.”

Vicky Chamberlain, técnica de cuidados críticos, Glenfield Hospital, Leicester, Reino Unido

Como usar o HI-Flow Star

Aprenda a utilizar o sistema de fornecimento de oxigênio por via nasal Dräger HI-Flow Star com um misturador de oxigênio e um ventilador.

Downloads sugeridos

Artigo técnico - Oxigenoterapia integrada
Oxigenoterapia integrada para cuidados respiratórios

Leia sobre as tendências recentes no uso de oxigenoterapia de alto fluxo que demonstraram benefícios em termos de melhor oxigenação, pós-extubação, melhores volumes pulmonares, conforto do paciente e tolerância.

Baixar artigo técnico

Guia de início rápido do HI-Flow Star
Guia de início rápido

Inicie rapidamente: aprenda a conectar a mangueira inspiratória do Dräger HI-Flow Star a um misturador ou ventilador.

Baixar guia

Lista de literatura sobre oxigenoterapia de alto fluxo
Lista de literatura

Quer saber mais sobre a oxigenoterapia de alto fluxo? Aqui você encontra uma lista com sugestões de leituras.

Baixar lista

Ícone da newsletter

Mantenha-se informado: registre-se para receber nossa newsletter

Receba as últimas informações da Dräger, inclusive recursos educacionais, inovações em produtos, notificações de evento, ofertas especiais e muito mais – sempre relevante para sua área de interesse.

Produtos relacionados

Draeger Savina 300 Classic

Dräger Savina® 300 – Configuração Select

Draeger Evita V600 0

Dräger Evita® V600

Profissional de saúde ajusta a máscara facial inteira ClassicStar VNI para a terapia ventilatória

Ventilação não invasiva (VNI)

A VNI é uma forma de suporte ventilatório que não usa tubo endotraqueal. Cada vez mais profissionais de saúde estão recorrendo à VNI para evitar os efeitos colaterais da ventilação mecânica mais invasiva. Veja como a VNI pode contribuir para reduzir custos e aumentar a chance de sobrevivência dos pacientes.

Saiba mais

Entre em contato com a Dräger

Contate-nos Hospital

Dräger Indústria e Comércio Ltda.

Al. Pucurui 51/61 - Tamboré
Barueri - São Paulo - Brasil
06460-100

+55 11 4689 4900

Fontes

1 Melhorias na oxigenação
Corley 2011; Parke 2009; Roca 2010; Sztrymf 2011; Sztrymf 2011a

2 Frequência respiratória
Corley 2011; Roca 2010; Sztrymf 2011; Sztrymf 2011a

3 Dispneia
Corley 2011; Roca 2010; Sztrymf 2011

4 Conforto do paciente
Corley 2011; Roca 2010; Tiruvoipati 2010

5 Itagaki T, Okuda N, Tsunano Y, et al. Effect of high-flow nasal cannula on thoraco-abdominal synchrony in adult critically ill patients. Respir Care. 2014;59:70–4

6 Helviz, Y., Einav, S., A Systematic Review of the High-flow Nasal Cannula for Adult Patients, Critical Care2018 22:71