Sensores de O2

Sensores de O2 em que você pode confiar. Fornecer oxigênio suficiente ao organismo é a tarefa mais importante na ventilação de pacientes. Os sensores de oxigênio claramente desempenham um papel vital, pois medem e monitoram continuamente o nível de oxigênio do ar respirado, um parâmetro respiratório essencial.

Sensores de O2

Os sensores de oxigênio têm papel vital no monitoramento de pacientes ventilados, pois medem e monitoram o nível de oxigênio do gás respirado continuamente. A importância deste parâmetro é refletida no número de diretrizes e recomendações existentes. Os sensores de oxigênio da Dräger cumprem requisitos nacionais e internacionais relevantes. Além disso, foram exaustivamente testados e adaptados para funcionar perfeitamente com os equipamentos e sistemas da Dräger. Isso é particularmente importante para minimizar o risco para os pacientes e os usuários.

Originais Dräger

Nossos sensores foram desenvolvidos especialmente para serem usados com nossos equipamentos de anestesia e ventilação, além de possuírem propriedades coordenadas, garantindo assim os níveis mais altos possíveis de exatidão, durabilidade, confiabilidade e funcionalidade. Nossos originais oferecem padrão de alta qualidade para seus ambientes e fluxos de trabalho.

Os sensores de O2 da Dräger oferecem:

  • ​100% de compatibilidade com os equipamentos e sistemas da Dräger
  • Exatidão de medição com padrões de qualidade acima da média
  • Cumprimentos das exigências nacionais e internacionais mais relevantes

Sensor de O2capsular

​O sensor de sensor de O2eletroquímico chegou ao mercado em 1977, como meio de medir e monitorar a concentração inspiratória de O2 nos equipamentos de anestesia e ventiladores. Desde então, mais de 1,6 milhão* de unidades foram produzidas e entregues a localidades no mundo todo. Esse sensor ainda está sendo usado, por exemplo, na linha Fabius, no Babylog 8000+ e no Oxydig. O sensor de O2 capsular têm vida útil de 12 meses.

Concepção e operação:

Os sensores de O2 capsular da Dräger são instrumentos eletroquímicos para medir a pressão parcial de O2. Elas funcionam de acordo com o princípio de uma célula galvânica. A mistura de gases a ser monitorada difunde-se por meio de uma membrana plástica dentro eletrólito líquido do sensor. O eletrólito contém um eletrodo de trabalho (eletrodo de ouro) e um contraeletrodo (eletrodo de chumbo). O eletrólito e os materiais do eletrodo são selecionados com cuidado para reduzir eletroquimicamente o oxigênio a ser monitorado no eletrodo de trabalho.

O2 + 2H2O + 4e- → 4OH

Simultaneamente, o contraeletrodo é oxidado:

2Pb → 2Pb2+ + 4e-

Isso resulta num fluxo que corre através do sensor, que é proporcional à pressão parcial de O2 na mistura de gases monitorada.

Linha de sensores OxyTrace

​Esta linha de produtos inclui três sensores para usos diferentes, com o OxyTrace A usado com o Zeus, o OxyTrace VE utilzado na linha Savina, e o OxyTrace Incu utilizado no Caleo. Os sensores são feitos com os menores componentes de sensores, no formato PP, e medem apenas 20 mm de diâmetro e 34 mm de altura. A vida útil dos sensores OxyTrace é de mais de 30 meses, e eles se demonstraram tecnicamente estáveis desde que chegaram no mercado, em 1999.

Concepção e operação:

Os sensores OxyTrace são sensores eletroquímicos de oxigênio não consumíveis que funcionam de acordo com o princípio de uma bomba de oxigênio. Há um eletrodo de medição, um eletrodo de referência e um contraeletrodo no eletrólito. Eles são operados eletronicamente usando uma chave potenciostática de modo que o oxigênio no eletrodo de medição seja reduzido:

O2 + 4H+ +4e- → 2H2O

Simultaneamente, a água é eletrolisada no contraeletrodo:

2H2O → O2 + 4H+ +4e-

De modo geral, o oxigênio que chega ao lado de medição do sensor é depois devolvido ao lado do contraeletrodo, sem que o sensor seja modificado. Isso produz uma corrente elétrica que, dependendo do fluxo de gases, é proporcional à concentração de O2 no gás monitorado.

Sensor de O2 Oxycell

​O sensor Dräger Oxycell faz parte da mais nova geração e contém os menores elementos de sensor, no formato PPP, com resposta bastante rápida, inferior a 1 segundo. Esses sensores funcionam do mesmo modo que os sensores OxyTrace, segundo o princípio da bomba de oxigênio.

A integração dos sensores de O2 Oxycell nas gerações novas e planejadas de equipamentos, por exemplo, no campo da terapia térmica no Dräger IncuWarmer Babyleo® TN500, está abrindo o caminho para a tendência de sensores em miniaturas e não consumíveis. A vida útil testada é de 24 meses atualmente.

Downloads

Dräger Sensors O2 Capsules, classified as UN1814 - Product Safety Information Sheet, en
Dräger Sensors O2 Capsules, classified as UN1814 - Product Safety Information Sheet, en

Baixar

DrägerSensors (classified as UN2796) Product Safety Information Sheet, en
DrägerSensors (classified as UN2796) Product Safety Information Sheet, en

Baixar

DrägerSensors (w/o hazardous material classification) Product Safety Information Sheet, en
DrägerSensors (w/o hazardous material classification) Product Safety Information Sheet, en

Baixar

O2 Sensors - classified as UN1814 Product Safety Information Sheet, en
O2 Sensors (classified as UN 1814) Product Safety Information Sheet, en
Oxytrace Dräger Sensors, classified UN2796, en

Entre em contato com a Dräger

Man with blue shirt

​Dräger Indústria e Comércio Ltda.

Al.​ ​Pucurui​ ​51/61​ ​-​ ​Tamboré
Barueri​ ​-​ ​São​ ​Paulo​ ​-​ ​Brasil
06460-100

+55 11 4689 4900